Manuel Alves – Música

Standard

“Estou aqui para que mais ninguém passe por algo similar”

Manuel Alves, antigo aluno do conservatório nacional e considerado um prodígio do fado tradicional pelas pequenas casas de fado que circundam o bairro alto. Dotado de uma mestria impar na técnica de mão direita, fazendo o mais bonito trémulo da guitarra de Lisboa tentou penosamente que o seu engenho com o instrumento desse para viver exclusivamente do mesmo. No entanto, sabemos que a vida das casas de fado é algo bambo e que a realização profissional só se satisfaz, para alguém com um incomensurável talento, quando se faz a ponte para com artistas de renome no meio, como a Ana Moura, Camané, Gisela João, Katia Guerreiro, entre outros.

No entanto, a falta de veículos de proliferação e disseminação da arte de Manuel levaram-no a estar muito tempo sem contacto com notáveis fadistas. Este alongado compasso de espera que durou 8 anos, foi demasiado para alguém com o talento de Manuel que actualmente já faz colaborações com artistas como o Camané e a Gisela João em festivais como o Caixa Alfama.

Para que ninguém mais sofra desta patologia de vocação condensada em duas mãos e que se vê limitada por constrangimentos meramente comunicacionais é que a Agentocracy existe.

 

Advertisements